Blitz do TCE fiscaliza primeira escola pública

Denúncias apontaram obras inacabadas e suspensão de aulas

Problemas na fiação atrapalham o ano letivo

A equipe do programa Blitz TCE realizou, na manhã desta sexta-feira (15), a primeira inspeção no âmbito da educação pública desde o lançamento do programa.

Dez auditores técnicos estiveram na Escola Estadual Solon de Lucena, localizada na avenida Constantino Nery, no bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul de Manaus.

Falta de aulas

Conforme a chefe do Departamento de Auditoria em Educação do TCE-AM, Adrianne da Silva Freire, denúncias feitas por pais de alunos apontavam supostas irregularidades, entre elas a de que obras inacabadas estariam obrigando um sistema de rodízio de aulas, forçando a instituição a utilizar o sistema de ensino híbrido em algumas turmas.

“Diante da gravidade da situação, desses indícios de que os alunos estavam tendo prejuízo nas aulas, entendemos necessário acionar a Blitz e virmos até aqui com a equipe do Tribunal e constatar que realmente há um modelo híbrido sendo utilizado devido a uma manutenção em andamento em algumas salas de aula da instituição de ensino”, afirmou a chefe de departamento.

Escola explica os problemas

Ainda segundo Adrianne Freire, a gestora em exercício da escola relatou que durante a manutenção dos equipamentos de ar-condicionado, foi constatado que seria necessário também uma reforma no sistema de fiação elétrica da escola, demandando assim mais tempo para a finalização do procedimento, o que explicaria a necessidade de alguns alunos ficarem em sistema híbrido, assistindo as aulas em casa pelo Centro de Mídias da Secretaria de Estado de Educação.

“O que a gente quer aqui, com a Blitz, é que as aulas voltem ao normal”, apontou a diretora.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *