Basquete amazonense perde uma de suas referências

Ex-presidente da Febam, Heraldo Costa, faleceu aos 90 anos

Faleceu na última quinta-feira (3/11), aos 90 anos, Heraldo Costa, ex presidente da Federação de Basquetebol do Amazonas (Febam) na primeira metade da década de 80. Heraldo  também foi atleta e integrou os times de basquete do Tijuca e do Atlético Rio Negro Clube, onde também foi treinador. Foi ainda técnico da seleção amazonense da modalidade, árbitro e um dos nomes a constar na galeria de sócios beneméritos do time “Barriga Preta”, conforme registrado no livro “Sete Décadas de Barriga Preta”, de Manoel Bastos Lira (1987).

Heraldo Costa lutava contra uma cirrose hepática e faleceu na manhã dessa quinta-feira no Hospital Santa Júlia. Viveu seus últimos momentos cercado dos filhos e netos na casa da família, no bairro de Flores. Era viúvo de Leônia da Matta, falecida em 2018.

Um de seus legados incontestáveis foi a promocão de intercâmbio numa época conhecida como a ‘era de ouro” do basquete local, o que ajudou a dar um “up grade” na modalidade.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *