“Barbárie não vai intimidar o Judiciário”, diz Rosa Weber*

Ministra presidente do STF abriu o ano judiciário nesta quarta-feira

Ela considerou o ataque “criminoso e covarde”

Brasília (ÚNICO) – Na abertura do ano judiciário, nesta quarta-feira (1º), a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Rosa Weber, afirmou que os juízes da Corte não serão intimidados pela “barbárie” dos ataques de 8 de janeiro.
Rosa Weber foi a primeira a discursar na cerimônia que marca o início dos trabalhos no Poder Judiciário. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), também estavam presentes.
A presidente do STF disse que o patrimônio físico da Corte “é o patrimônio do povo brasileiro, é patrimônio da humanidade”. Segundo ela, “os valores que informam a atividade jurisdicional desta Casa jamais serão atingidos ou subjugados pela barbárie”. “E nem pela barbárie seus juízes se sentirão intimidados”, completou.
A presidente da Corte ainda acrescentou que “o ataque criminoso e covarde que vilipendiou as instituições da República e os símbolos do Estado Democrático de Direito confere maior intensidade ao convívio necessariamente harmonioso, entre os Poderes que compõem o Estado Brasileiro, fortalecendo a comunhão nacional em torno do princípio nuclear e inderrogável que privilegia e consagra entre nós a prevalência da ideia democrática, que não pode ser transgredida nem conspurcada”.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *