fbpx

Bancada amazonense sai otimista de reunião com Alexandre Moraes

Parlamentares argumentaram em favor da ação que movem contra os decretos do IPI

Advogados destacam a ausência de medidas compensatórias para a ZFM

Três senadores e quatro deputados federais do Amazonas (Omar Aziz, Eduardo Braga, Plínio Valério, Zé Ricardo, Marcelo Ramos, Sidney Leite e Bosco Saraiva), o presidente do partido Solidariedade autor da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), Paulinho da Força, e o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Mauro Campbell, se reuniram no início da noite com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, para apresentar a ele as argumentações em favor da Zona Franca de Manaus. Segundo o deputado federal Marcelo Ramos (PSD), a bancada saiu otimista. “Percebi o ministro muito, muito sensibilizado com os argumentos apresentados”, apontou Ramos, minutos depois da audiência, em vídeo gravado para o Instagram.
Líder da bancada, o senador Omar Aziz (PSD), disse confiar que o STF julgará a matéria de maneira técnica e ponderando todos os benefícios que a Zona Franca traz não só para a economia do Amazonas, como também em retorno de arrecadação ao restante do país. “Apesar de parecer quase um ataque pessoal do presidente, nossa resposta precisa ser muito bem embasada tecnicamente e acredito que esta ADI traz pontos que o judiciário não vai poder ignorar”, adianta o parlamentar.
“A redução da carga tributária, sempre que possível, é benéfica para o tecido social. O questionamento é a ausência de medidas compensatórias à produção na Zona Franca de Manaus, nos termos do mandamento constitucional.”,destacaram os advogados Alysson Mourão e Rodrigo Molina, que assinam a ADI.
Leia mais a respeito dessa reunião, amanhã, aqui no ÚNICO.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.