fbpx

Autoridades chegam ao Amazonas no domingo para debater violência no Javari

Procurador da República comanda comitiva que vai se reunir em Tabatinga

Órgãos e entidades vão buscar medidas conjuntas de combate à criminalidade na região

O procurador-geral da República, Augusto Aras, vai se reunir neste domingo (19), na cidade de Tabatinga (AM), com as autoridades responsáveis pela investigação do assassinato do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, para acompanhar os desdobramentos do caso. Aras também estará com representantes do Exército, da Polícia Federal, da Funai e do governo estadual para discutir medidas conjuntas de combate à criminalidade na região.
Além do procurador-geral, os coordenadores das câmaras de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais e Criminal do Ministério Público Federal, Eliana Torelly e Carlos Frederico, respectivamente, o procurador federal dos Direitos do Cidadão, Carlos Alberto Vilhena, entre outros integrantes da Administração Superior do MPF, estarão na comitiva que fará uma série de reuniões.
O objetivo é discutir medidas e ações de restruturação da atuação institucional na região amazônica, bem como ampliar a articulação do MPF com outros órgãos públicos com vistas ao combate à criminalidade e ao enfrentamento de violações aos direitos indígenas, direitos humanos e outros crimes registrados na região. Em maio, Augusto Aras assinou portaria criando 30 ofícios com atribuição na temática socioambiental exclusivamente destinados à Região Amazônica, de modo a ampliar o trabalho do MPF em todos os estados da Região Norte.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.