Aterro sanitário de Manaus ganha prazo até 2028

Prefeitura e Ministério Público firmam acordo

Município vai apresentar novo Plano de Resíduos Sólidos

A Prefeitura de Manaus, por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM), firmou um acordo administrativo junto ao Ministério Público do Amazonas (MPAM), que garante a extensão do prazo de serviços do atual aterro controlado até 2028.

A decisão define que a gestão municipal deve realizar uma adequação no espaço atual e iniciar os estudos visando encontrar uma área na capital onde será instalado o novo aterro sanitário.

Plano de Gestão de Resíduos

O procurador-geral do Município, Rafael Bertazzo explicou que a prefeitura se comprometeu a apresentar, até dezembro deste ano, uma atualização do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, com vistas a reduzir a quantidade de resíduos e rejeitos na cidade, por meio da reutilização e reciclagem. Além disso, se comprometeu a adotar políticas ambientais sustentáveis dentro de seus órgãos.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *