Artista usa orixás como inspiração para esculturas

Messias Evangelista aproveita influência de religiões de matriz africana

Projeto “Entalhes da Fé” foi contemplado no edital da Lei Paulo Gustavo

No próximo sábado (9), a população de Parintins vai conhecer as obras do projeto “Entalhes da Fé”, do escultor e artesão Messias Evangelista, que se inspirou nas religiões de matriz africana para produzir 15 peças de tamanhos médios e grandes, que fazem referências aos orixás, às suas indumentárias e pertences pessoais.

De acordo com Messias Evangelista, o projeto “Entalhes da Fé” tem o objetivo de valorizar a religiosidade afro amazônica por meio da arte do entalhe de madeira.

“Esse projeto é fruto de uma pesquisa e de um trabalho colaborativo entre artistas, pesquisadores, lideranças religiosas e comunidades afro amazônicas. Queremos também desmistificar preconceitos e estereótipos associados a religiões de matriz africana, valorizando essas tradições e promovendo a diversidade cultural, assim como o respeito mútuo”, disse o artista, que também atua nas atividades do Terreiro de Umbanda Ogum Beira-Mar e Cabocla Mariana, em Parintins.

As obras

Ao todo, 15 obras, entre atabaques, a flecha de Oxóssi (orixá que representa o conhecimento e as florestas) e outros elementos das religiões de matriz africana, foram construídas por Messias Evangelista e sua equipe. As peças serão colocadas em exposição no Mercado Municipal Leopoldo Neves, em Parintins, com visita aberta ao público, a partir das 8h.

Processo criativo

O artista explicou que o processo de construção das peças de madeira envolve uma equipe inteira. “Apresentamos as quatro formas dessa técnica: cinzelação, entalhe de relevos, escavação de figuras ou escavação de lascas”, explica ele.

“Enquanto aspecto social econômico, o projeto foca na contratação de pessoas anônimas dentro do segmento de produção artesanal, visando ampliar as oportunidades de aprimoramento de técnicas e circulação de renda dentro do município de Parintins e criar meios de independência financeira”, reitera.

O projeto “Entalhes da Fé” foi contemplado no edital da Lei Paulo Gustavo e tem apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Amazonas (SEC) e da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult) de Parintins.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *