fbpx

Arthur Neto propõe projetos alternativos para prédios públicos de Manaus

A utilização da energia solar e no futuro, até a possibilidade do reaproveitamento da água em prédios municipais, fazem parte de uma proposta que a Prefeitura de Manaus começa a colocar em prática. Para o prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB) essas alternativas devem servir de incentivo para que outros segmentos adotem essas possibilidades, iniciando um processo educativo de maior integração natural com o planeta.


A prefeitura de Manaus instituiu uma comissão para viabilizar os estudos para a instalação de um parque solar fotovoltaico. O uso da energia solar será em regime público privado com a parcerias de empresas, além de companhias privadas que farão estudos técnicos, sem ônus para o Município, de acordo com a Portaria 035/2019, publicada no Diário Oficial do Município.

Alternativa saudável

Segundo Arthur Neto, as empresas terão que apresentar os dados técnicos, econômicos, financeiros, de engenharia, ambientais e jurídicos para a criação do parque solar, que vem de encontro a um movimento cada vez maior em várias partes do mundo, que é a busca por energia que não seja correta do ponto de vista ambiental.


As empresas têm 15 dia para apresentar as propostas a comissão que analisará os estudos. A comissão é formada por oito membros da Unidade Gestora de Projetos de Abastecimento de Energia Elétrica (UGPM), Procuradoria Geral do Município (PGM), Secretaria Municipal de Finanças (Semef), Secretaria Municipal de Administração (Semad) e Semppe.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.