Arthur diz na FesPin que Polo Industrial de Manaus é o Guardião da Floresta

O prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB) participou nesta sexta-feira, (29), do encerramento da I Feira de Sustentabilidade do Polo Industrial de Manaus (FesPIM). O prefeito ministrou palestra às 16hs sobre “A importância do Pacto Cidades Amazônicas para a Zona Franca de Manaus. Arthur disse que o Guardião da Floresta”.

A FesPin foi realizada pela Suframa, em parceria com Instituto de Inteligência Socioambiental Estratégica da Amazônia (Piatam), no Studio 5. Começou na quarta-feira (27) e foi encerrada nesta sexta-feira (29), com diversas palestras e 300 standes de empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus.

O Guardião da Floresta

Veja algumas observações do prefeito Arthur Neto na palestra:

1 – Ele disse que o Polo Industrial de Manaus é quem protege a floresta e advertiu que está na hora de o Brasil voltar seus olhos para essa região mais estratégica do mundo.
2 – “Vamos pensar conjunto, em sustentabilidade, em desenvolvimento com soluções, atraindo parceiros do Brasil inteiro e até do mundo inteiro para trabalhar conosco dentro de critérios.

3 : Aqui há possibilidades reais de tecnologias novas e, ao mesmo tempo, temos que ter muita certeza de que a Amazônia nunca vai deixar de ser ‘terra-Brasil’, mas temos que entender que terá que ser ‘terra-Brasil’ a serviço da humanidade”, enfatizou.

Busca de novas opções diz Arthur

O prefeito considerou a FesPIM importante para se entender que Manaus só tem futuro se adotar novos polos, como de sustentabilidade. “Por exemplo, aproveitar a biodiversidade e incorporá-la ao processo produtivo do Polo Industrial de Manaus. Quem protege a floresta na maior parte da Amazônia é o Amazonas”, afirmou.

Arthur disse que o mundo compreende bem que o principal agente a enfrentar, para diminuir os efeitos do aquecimento global é a própria Floresta Amazônica.

“Ela está muito depredada em alguns lugares, como no Pará, por exemplo, e em outros Estados. Mas ela é sustentada pelo Amazonas, que tem 96% da floresta nativa em pé e quem é o responsável por essa conquista é o Polo Industrial de Manaus”, destacou o prefeito.

Relembrando o Pacto das Cidades Amazônicas


A palestra ministrada por Arthur Neto seguiu os temas defendidos por ele no 1º Fórum de Cidades Amazônicas, realizado em setembro deste ano, quando lideranças políticas da Amazônia Legal vieram a Manaus discutir a Amazônia e formalizaram o “Pacto das Cidades Amazônicas”.


Este pacto, tem o objetivo de encaminhar procedimentos comuns em urbanização na região, na busca de conciliar desenvolvimento com preservação.

A Prefeitura de Manaus participou do FesPIM com o stand “Manaus: Nós, a Cidade”, que tratou sobre as ações de sustentabilidade, educação ambiental e empreendedorismo, por meio da reutilização de produtos.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *