Amazonas vai receber R$ 131,8 milhões para a merenda escolar

Reajuste foi de 32% em relação a 2022

Estado é o segundo da região Norte com mais recursos garantidos

Valéria Costa
Correspondente

Brasília (ÚNICO) – O Estado do Amazonas vai receber R$ 131,8 milhões em repasses do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), o que representa um reajuste de 32% em relação aos valores repassados pelo governo federal em 2022. O Estado só perde para o Pará na região, que garantiu R$ 243,9 milhões.
Na semana passada, o presidente Lula anunciou, junto com o ministro da Educação, Camilo Santana (PT), reajustes nos percentuais da merenda escolar, entre 28% e 39% e um aporte de mais R$ 1,5 bilhão, totalizando investimentos de R$ 5,5 bilhões. Pelo menos 40 milhões de estudantes de todo o país e etapas de educação serão beneficiados, sinaliza o governo federal.
Os sete Estados da região Norte, juntos, somam recursos de R$ 546,6 milhões que irão receber para investimentos na merenda escolar, ficando na quarta posição no ranking nacional. Em primeiro lugar aparece a região Sudeste, com R$ 2,12 bilhões em repasses e o Distrito Federal é o ente federativo que maior percentual conseguiu no reajuste: 50%
Na sexta-feira (10), prefeitos do Amazonas chegaram a entregar para o presidente Lula um ofício solicitando um reajuste diferenciado à merenda escolar da região.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *