Amazonas recebe mais 100.540 doses de vacinas contra a Covid-19

FVS recomenda a antecipação da segunda dose em todo o Estado

Surgimento da variante Delta no Estado acendeu alerta das autoridades de saúde

O Amazonas recebeu, nesta sexta-feira (20), mais dois lotes de vacinas contra a Covid-19, que somam 100.540 doses, enviadas pelo Ministério da Saúde (MS), por meio do Programa Nacional de Imunização (PNI). Os imunizantes são dos laboratórios Pfizer e CoronaVac.
Os imunizantes irão reforçar as campanhas de vacinação no Estado, que já alcançou toda a população acima de 12 anos.
Neste sábado (21), haverá nova edição do mutirão da campanha Vacina Amazonas, no município de Iranduba. A ação acontecerá das 8h às 17h, em três pontos montados na cidade, e tem como objetivo intensificar a aplicação da primeira dose (D1) de imunizante contra a Covid-19 em adolescentes de 12 a 17 anos.
Também deverá haver aceleração da aplicação da segunda dose na população, que foi recomendada ontem pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) do Amazonas, órgão ligado à Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM).
O Cievs recomendou a antecipação da aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19, na população acima de 18 anos.
A determinação foi encaminhada ao CIEVS do Ministério da Saúde após o surgimento de seis casos de Covid de infecção pela variante Delta no estado.
Além de buscar antecipar a aplicação da segunda dose, o órgão pediu a intensificação da vacinação de primeira dose em adolescentes acima de 12 anos e um preparo da rede de saúde para um possível aumento exponencial de casos de Covid-19 por meio da Delta.
Outras 11 recomendações também foram feitas para tentar barrar a circulação da nova cepa do coronavírus no Amazonas. Entre elas, monitorar estoques de medicamentos e insumos utilizados em UTIs, como oxigênio.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *