Amazonas é líder nacional em febre Oropouche

Ministério da Saúde avalia casos em todo o país

Concentração é maior na região Norte

Fábio Rodrigues
Especial para o ÚNICO

Brasília (ÚNICO) – O estado do Amazonas concentra a maior parte dos casos de febre Oropouche do país, com 2.462 registros confirmados, do total de 3.161 casos registrados pelo Ministério da Saúde, de janeiro até o início desta semana.

Segundo o levantamento do MS, o Amazonas é seguido por Rondônia (590); Acre (68); Pará (23) e por Roraima (18).

O Ministério da Saúde trabalha com um cenário de “crescimento lento” de casos de febre Oropouche no Brasil, com concentração quase total na Região Norte.

Riscos no Nordeste

A pasta investiga ainda o que classificou como “rumor” na Região Nordeste onde teria acontecido pelo menos um caso ainda não confirmado da doença. “Estamos analisando e entrando em contato com o município”, explicou a secretária de Vigilância em Saúde e Ambiente, Ethel Maciel.

O que é a febre Oropouche

A febre Oropouche é transmitida por mosquitos, sobretudo pelo Culicoides paraensis e pelo Culex quinquefasciatus, conhecidos popularmente como maruim.

Os sintomas, muito parecidos com os da dengue, duram entre dois e sete dias e incluem febre de início súbito, dor de cabeça intensa, dor nas costas e na lombar e dor articular.

Clique no link e mantenha-se sempre informado diretamente pelo celular
https://api.whatsapp.com/send?phone=5592985318288&text=Ol%C3%A1!%20Quero%20receber%20a%20coluna%20primeira%20m%C3%A3o%20pelo%C2%A0WhatsApp


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *