Alckmin confirma a Wilson Lima liberação de R$ 650 milhões no combate à seca

Recursos são para auxílio, saúde, dragagem, helicópteros, avião, etc

Dragagem no trecho do Tabocal começa na sexta, dia 20

Alessandra Luppo
Da redação do ÚNICO

O vice-presidente da República e ministro da Indústria e Comércio, Geraldo Alckmin, confirmou ao governador do Amazonas, Wilson Lima, e à bancada amazonense no Congresso Nacional, nesta quarta-feira (18), que vai liberar – parceladamente – R$ 650 milhões para combater os efeitos da seca histórica da região. Desse total, R$ 100 milhões são de emendas parlamentares à região, cerca de R$ 138 milhões serão destinados a dragagens (sendo R$ 38 milhões para o Rio Solimões e, os outros R$ 100 milhões, para trecho de 12 km entre Tabocal e o rio Amazonas – entre Manaus e Itacoatiara).

Mais recursos

Para a saúde serão destinados R$ 232 milhões. Ao municípios, ficou acertado cerca de R$ 62 milhões. Para o Fundo Amazônia, Geraldo Alckmin disse que serão R$ 35 milhões (que não são de financiamento, mas recursos que não precisam ser reembolsados, para aplicação na prevenção de queimadas e implementação de outras medidas para a região.


Do Ministério da Justiça, serão R$ 15 milhões para a aquisição de avião para combate às queimadas e R$ 20 milhões para bombeiros. Por fim, serão destinados R$ 20 milhões do Ministério da Defesa para aeronaves e helicópteros.

Ação coletiva

Os valores foram fechados nesta tarde de quarta, em reunião entre Alckmin, ministros, parlamentares, além do prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), e o governador Wilson Lima (União). “A reunião foi muito positiva, muito produtiva para gente prestar contas daquilo que o estado do Amazonas tem feito junto com o Governo Federal e também dar outros encaminhamentos como o da dragagem”, avaliou Wilson Lima.


O governador informou também que o Governo Federal sinalizou que, a partir da próxima semana, libera os R$ 61 milhões anunciados no início do mês aos municípios que já apresentaram seus planos de trabalho para minimizar impactos da estiagem.

Dragagens

Segundo Alckmin, foi assinado nesta quarta-feira (18) o contrato do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para a dragagem no Tabocal. De acordo com o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, será dada a ordem de serviço da dragagem na sexta-feira (20).

Ministros

Entre os ministros do Governo Federal presentes na reunião estiveram Waldez Góes, (Integração e Desenvolvimento Regional); Silvio Costa Filho (Portos e Aeroportos); Rui Costa (Casa Civil); Alexandre Padilha (Relações Institucionais da Presidência da República); Wellington Dias (Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome); e Marina Silva (Meio Ambiente e Mudança do Clima).

Parlamentares e secretários

Também estiveram presentes os senadores e deputados federais do Amazonas; o prefeito de Manaus, David Almeida; representantes de outros órgãos federais, como Ministério da Saúde, Secretarias Nacional de Proteção e Defesa Civil, de Comunicação Social da Presidência e de Atenção Especializada à Saúde/SAES, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes e Secretaria; além dos secretários estaduais Inês Carolina Simonetti (Relações Federativas e Internacionais), Eduardo Taveira (Meio Ambiente) e do Comandante Geral do Corpo de Bombeiros do Amazonas, coronel Orleilson Muniz.

Com informações da Agência Brasil, Estadão e Secom/AM


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *