Advocacia da União pede R$ 100 milhões de indenização pelo vandalismo de 8 de janeiro

Ação é movida contra os financiadores das manifestações bolsonaristas que depredaram a Praça dos Três Poderes

No total, são 59 denúncias contra 54 pessoas físicas, 3 empresas, uma associação e um sindicato

Brasília (ÚNICO) – A Advocacia-Geral da União (AGU) protocolou nesta sexta-feira (3), uma Ação Civil Pública indenizatória na qual pede a condenação dos responsáveis por financiar as manifestações que acabaram em atos de violência na Praça dos Três Poderes, no dia 8 de janeiro. A AGU estipulou valor de R$ 100 milhões. Esta é a quinta ação da AGU contra os investigados.

Denúncias

No total, são 59 denúncias, de acordo com o documento. Entre elas estão: 54 pessoas físicas, três empresas, uma associação e um sindicato. No pedido, enviado ao juiz da 8ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal, a AGU avaliou que houve violação a “valores jurídicos superiores”, como “os estabelecidos no Estado Democrático de Direito”.
A Advocacia-Geral da União afirmou que houve ainda “quebra do atual regime de governo”, e um “atentado ao Estado Democrático de Direito”.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *