Advocacia da União identifica mais de 100 empresas que financiaram atos terroristas

A instituição vai pedir o bloqueio de bens dos suspeitos nesta terça-feira

Pessoas jurídicas bancaram os ônibus que levaram os golpistas a Brasília

Brasília (ÚNICO) – Mais de 100 empresas já foram identificadas pela Advocacia-Geral da União (AGU) como suspeitas de financiar os atos criminosos em Brasília do último domingo (8). A instituição vai pedir o bloqueio de bens dos investigados nesta terça-feira (10).
De acordo com as investigações, o dinheiro dessas pessoas jurídicas foi utilizado para bancar os ônibus que transportaram apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) até a capital federal.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *