Adolescente do Amazonas integrava grupo de nazismo

Polícia Federal apreendeu o rapaz em Tabatinga

Membros produziam também pornografia infantil em 3 Estados

A Polícia Federal divulgou a prisão (no caso de menores é apreensão) de um adolescente suspeito de integrar um grupo que faz propaganda do nazismo e obrigavam crianças a produzirem vídeos pornográficos e outros crimes.

Segundo a PF, a apreensão aconteceu em Tabatinga (a 1.108 km de Manaus) e no celular do jovem havia vários vídeos de abuso sexual, envolvendo menores de idade.

Quadrilha em quatro Estados

Além do adolescente de Tabatinga, a Federal identificou que o líder do grupo mora em Ananindeua, no Pará, havendo também membros em Fortaleza, no Ceará, e em três municípios de São Paulo: Garças, Guarulhos e a capital São Paulo.

Aplicativo

Os agentes explicaram que os envolvidos usavam o aplicativo Discord para se reunirem (funciona como um Wspp) e divulgar seus crimes. Nos grupos, eles divulgavam conteúdos nazistas e obrigavam outros menores a praticarem abusos sexuais, filmarem e enviar para o grupo.

Crueldade

Ainda segundo as investigações, os adolescentes envolvidos obrigavam as vítimas a desenharem suásticas pelo corpo com instrumentos cortantes e a cometer crimes de maus-tratos contra animais.

O que é o Discord?

O Discord oferece chat de voz, texto e vídeo e é bastante utilizado por gamers para se comunicar com amigos e outros usuários ao jogar online. O aplicativo, entretanto, vem sendo usado por criminosos para circular conteúdos violentos.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *