fbpx
28 de maio de 2022
A história de como eu decidi envelhecer.

Coluna:

Por: Maria Ritah

Maria Ritah é atleta ultramaratonista, apresentadora e produtora do programa Conexão Gaia, da radio Logos FM 87.9. Contato comercial 92-991021957

A história de como eu decidi envelhecer.

IMG-20210823-WA0068

Por Maria Ritah

Já faz algum tempo eu abri um canal no Youtube que leva meu próprio nome- Maria Ritah, com o desejo de compartilhar livros que eu leio e minhas “grandes inferências” sobre a vida, a minha própria vida. Em 2018, num momento de autoconfiança extremada (rs*) fiz um vídeo caseiro falando sobre comida. Era a minha vibe do momento, não comer açúcar, trigo ou leite e falar pro mundo tudo isso.

Li algumas coisas e coloquei em prática. Comer e não comer. Tinha uma fixação absurda por alimentos e junte-se a isso os exercícios físicos. Eu fiz o vídeo e não divulguei. Até hoje, está lá com pouquinhas visualizações … hahaha. Já pensei em deletar, essa vergonha alheia, mas não! Deixei lá numa forma de me autoafirmar. A gente é assim estranha mesmo (risos).

Quando eu completei 50 anos, (2016) achei que estava na hora de dar uma atenção ao formato do meu corpo, saúde alimentar e mental, isso porque dependendo da boa sorte ou não, se eu não morresse logo teria que lidar com a lei da gravidade, o envelhecimento, as rugas, etc.

Quem me despertou para isso, foi o professor e historiador Leandro Karnal. Numa palestra antiga, quando nem blogueiro era, o professor falava sobre como a nossa geração tem medo da velhice. Ele dizia que se você não quiser envelhecer, morra jovem.

Eu tive uma clareza súbita naquela frase. Minha chave virou.

Eu quero envelhecer naturalmente e com saúde. Não seria mais por vaidade a minha mudança de hábitos alimentares e corrida de rua. Apesar sempre gostei de correr, mas nunca me dediquei a musculação.

Achava um saco isso até que, conheci outro professor youtuber, médico e fisioculturista doutor Paulo Muzy.
Muzy não me conhece, e ele é meu mestre educador físico. Em um de seus vídeos, Muzy fala da importância do fortalecimento muscular para a vida útil do corpo. Ainda que não goste, precisa exercitar os músculos específicos que te fazem ficar em pé, sentar, agachar ou correr.

Foi outra chave que virou.

Gente!!! Passei anos da minha vida correndo nas ruas e avenidas de Manaus. Nunca gostei de musculação. Ficar parada contando séries com pesos, sempre achei um saco. E, por conta desses dois vídeos, eu trabalhei meu mindset e comecei a fazer musculação de academia, depois de 54 anos. Pense!

Hoje até me acho “meio maromba”, mas sem bombas (hahaha) vide pelo corpo que ainda nem é tão talhado e seco assim ( haha) mas tudo bem!

Cuidar do seu corpo e mente, não é vaidade. É necessidade.

Se Deus permitir, eu quero ser capaz de correr até 100 anos, em pé.

E vocês?

Maria Ritah é ultramaratonista, apresentadora e produtora do programa CONEXÃO GAIA, da rádio LOGOS FM 87.9. Canal no youtube Maria Ritah. Instagram: @maritaham Email: [email protected]

Qual sua Opinião?

Confira Também