fbpx

A cada dez novos produtos no Brasil, apenas um é regulado por causa dos excessos da burocracia

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro ) deve lançar um novo modelo regulatório da entidade com regras mais abrangentes.
O anúncio foi feito pelo diretor de Avaliação de Conformidade do Inmetro, Gustavo Kurter, durante reunião na Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros), em São Paulo.
Kurter falou sobre as propostas das novas regras que devem ser debatidas em audiências públicas.
O Inmetro considera interessante o exemplo da Comunidade Europeia , onde foi reduzida a burocracia e apenas 22 regulamentos gerais são complementados por normas específicas. Ele disse que atualmente de cada dez produtos apenas um é regulado no Brasil por causa da burocracia.
“Hoje levamos até sete anos para implementar uma nova medida”, disse.
O presidente da Eletros, José Jorge do Nascimento, considerou importante a decisão do Inmetro e que os empresários do ramo de Eletroeletrônicos terão uma grande oportunidades de sugerir mudanças na nova legislação.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.