25 mil filhotes de quelônios voltam para a natureza

Ribeirinhos da RDS do Uatumã fazem a coleta dos ovos e a soltura dos filhotes

Unidade de Conservação é santuário de preservação

Mais de 25 mil filhotes de quelônios foram soltos na natureza, neste domingo (25), por moradores da comunidade da Enseada, localizada na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã, apoiada pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente.

“Nessa comunidade, no ano passado, foram soltos aproximadamente 20 mil filhotes. Este ano nós conseguimos soltar mais de 25 mil. Mesmo com toda a dificuldade que tivemos na estiagem, a comunidade se envolveu e conseguiu ter êxito no projeto”, disse o gestor da RDS do Uatumã, Cristiano Gonçalves.

Trabalho de muitos meses

A soltura dos filhotes é a etapa final de um longo trabalho de coleta dos ovos, que começa ainda em setembro do ano anterior e segue até o mês de dezembro. Durante esse período, moradores da comunidade da Enseada se dividiram em equipes para percorrer as praias que rodeiam todo o Lago do Jaraoacá, em busca das covas onde os quelônios realizam a desova.

O trabalho de busca e coleta é diário, com início ainda pela madrugada, até o final da manhã. Os ovos encontrados são transferidos para um espaço chamado de “chocadeira”, que imita o ambiente de praia onde foram originalmente depositados. Desta forma, os ovos ficam seguros, longe de predadores e do risco da caça ilegal, até a sua eclosão.

Após a eclosão dos ovos, os filhotes são levados para os “berçários” onde ficam sob os cuidados da comunidade até o endurecimento do casco – cerca de três meses – e só depois disso são liberados para a natureza.

Turistas participam

A soltura dos quelônios reuniu dezenas de moradores e, pela primeira vez, também levou turistas de fora do Amazonas, como do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo e dos Estados Unidos.

Veja imagens da soltura dos bichinhos:

Iracy Cleide

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *